31.1.09

O meu inicio!

Como já puderam perceber, neste momento estou mais "virado" para a criação de arlequins, mas nem sempre foi assim!
Na realidade, o meu interesse pela ornitologia já vens de ha longos anos atraz, iniciado mal me pude considerar economicamente independente. Apos esse importante passo, tive que ter estabilidade laboral, instalar-me permanentemente e só depois é que pude dar largas ao meu gosto pelas aves.
Desde miudo que frequentemente visitava a casa e criadouro de um senhor, pessoa essa que foi responsavel pelo meu carinho por tudo o que tem penas e voa. Passava tardes inteiras a admirar as dezenas de raças de pombos que tinha (sim, devido a problemas de saude viu-se obrigado a retirar-se desse hobbie), desde cambalhotas, pombos-galinha, papo-de-vento, etc, etc, etc.
Alem destes pombos, tinha tambem umas instalaçoes (ja um pouco degradadas na altura) onde criava entao canarios. desde sempre que so la vi 2 raças de canarios alem dos pintassilgos. Mosaicos e vermelhos intensos. Com femeas destas raças, cruzava com pintassilgos e assim conseguia tirar os primeiros Hibridos que eu conheci.
Por tudo isto nao é de admirar que eu tenha iniciado a minha criação com.....vermelhos intensos. Um casal que o Sr. Antoninho me deu (era assim como eu o chamava), que no primeiro ano de tirou 16 crias !!!!! Dizem voces: "impossivel!" - ao qual eu respondo - "verdade, mas à custa da femea que acabou por morrer totalmente descalcificada". Por pura ignorancia, deixei a canaria começar a criar em Janeiro e so acabou em final de Agosto. Acho que chegou a fazer 7 posturas! Coitada!
E depois ainda fiquei admirado como é que uma femea nova morria assim mal começou a mudar a pena! Só mais tarde fui começando a aprender as artes da criaçao de canarios!
Hoje, apos ter passado tambem por criação de exoticos africanos e australianos (os quais ainda tenho alguns casais para me ocupar desde agosto a janeiro), forpus (os quais nunca cheguei a criar por morte das aves), e algumas aves silvestres, posso dizer que ja sei mais alguma coisa acerca de ornitologia. Tenho consciencia que o pouco que sei, não é nada comparado com outras pessoas.
Provavelmente como eu, deve existir por aí muitas pessoas com um trajecto igual ou parecido ao meu, no que toca à iniciação na ornitologia. Tal como elas, espero com este blog, aprender muito mais, desta forma homenagenando todo o esforço que eu e todos os que me ajudaram a fazer de mim um pouco mais "ornitologico".

29.1.09

Arlequim Português



Pois é.....

A primeira e até agora única RAÇA DE CANÁRIOS PORTUGUESA, está cada vez mais perto de sair do "forno".

Foi neste mês que a raça deu mais um passo decisivo para conquistar um lugar entre as inumeras raças de canarios homologadas mundialmente. No concurso Mundial de Italia 2009, em Piacenza, os canários Arlequins Portugueses que foram levados a avaliaçao, obtiveram a nota necessária para assim prosseguir o caminho do reconhecimento.

A todos os que imaginaram, trabalharam, criaram esta belissima ave o meu Obrigado. A todos os que (apesar de portugueses) criticam, desdenham, nao compreendem....o meu Obrigado na mesma, pois esses tambem me dão alento para continuar a criar aves como esta aqui ao lado que tive o privilégio de criar.

Não quero desfazer de todos os que têm vindo desde há mais de 10 anos a conseguir este trabalho fabuloso, mas nao podia de deixar passar esta oportunidade sem agradecer à pessoa que me deu a conhecer, incentivou e ensinou a criar o Arlequim: ao Caldeira, o meu sincero Obrigado.

Para este ano de criação que quase começa, espero conseguir ajudar todos os outros , ao criar exemplares dessa tao bela ave que é o NOSSO Arlequim Português!